*****Um belo dia acordamos e descobrimos que APAIXONAR-SE É INEVITÁVEL*****

Ocorreu um erro neste gadget

SOBRE a AUTORA


Bom gente, este não é o meu primeiro blog, passei mais de 1 ano escrevendo sobre futebol, mais especificamente sobre o Santa Cruz Futebol Clube e os meus devaneios seguindo o mais querido do NE. Enfim, foram muitos textos bacanas que já não mais existem, mas estão registrados em minha memória. Sem citar nomes, agradeço a todos que participaram dessa história.

Esse é o meu recomeço. Recomeço de ideias, de buscas, de resolução de conflitos. E diferentemente do meu blog anterior, que inclusive chamava-se "DANI TRICOLOR", neste, quero expandir meus pensamentos, dividir com vocês o que estiver em minha mente.

O Santa Cruz por fazer parte da minha vida sempre estará presente, mas não mais com a exclusividade e a prioridade de antes, isso vocês podem conferir no espaço coral no www.osgeraldinos.terra.com.br a geral do Santa Cruz, na qual represento o torcedor do mais querido.

“Danielle Leal é uma recifense praticante, tricolor santacruzense das bandas do Arruda desde a barriga da mãe, uma herança paterna, já que a sua genitora se diz rubro-negra. Tem castigo pior que esse? Virginiana, extremista e apaixonada por esportes, em especial futebol e fórmula-1, seja em qualquer lugar e em qualquer horário. Uma jovem que passou 8 anos tentando um diploma de administradora, até descobrir que isso, além de um curso chato pacas, não mudaria em nada a vida de quem trabalha com comércio desde sempre, outra herança paterna. Hoje, é aspirante a jornalista e quando tiver tempo pensa em fazer um curso de treinador de futebol, só para ter um diploma e ser respeitada nesse mundo machista, porque ela acha que já entende de tudo dentro e fora das quatro linhas. Além de ser apaixonada e seguidora do mais querido do Nordeste, sempre pensou em ser a primeira presidente de um clube de massa no Brasil, mas a Patrícia Amorim acabou com seus sonhos. E mesmo tendo que carregar esse trauma pro resto de sua vida, não pensa em morrer antes de ver seu Santinha ser um legítimo campeão brasileiro (não de módulo amarelo), saltar de paraquedas, fazer um curso de cinema e gastronomia, falar 7 idiomas e ganhar na loteca. O que vai fazer com o prêmio? Está tudo planejado, mas não pode ser revelado, ainda.”

Aos poucos irei dividindo cada vez mais de mim e desse meu novo momento com vocês. Estou beirando os trinta, mas já me sinto uma precoce mulher de 30. Dizem que somos diferentes, e é assim que me sinto hoje, apenas diferente!

E a todos que por aqui passarem, apenas desejo muita FELICIDADE.


Quer encurtar a distância entre nós? => http://dani-tricolor.blogspot.com/p/contato.html

Bjs no coração e fiquem com Deus!

*P.S.: Aos amigos tricolores, saudações corais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário