*****Um belo dia acordamos e descobrimos que APAIXONAR-SE É INEVITÁVEL*****

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Quando O Melhor Vence



Apenas nos resta bater palmas e reconhecer.

O Santa Cruz chegou no seu limite e estagnou, ou até mesmo declinou, essa seria uma ‘boa’ justificativa pro fiasco coral diante do Náutico ontem nos Aflitos. Em três palavras, um time tenso, medroso e apático.

Chegamos ao máximo, mas nesse caso, o máximo foi muito pouco. Alguns estão satisfeitos com uma mera classificação pra série D, algo que pra mim vai além de uma obrigação, seria inadmissível o contrário.

Agora somos os favoritos pra 4ª divisão (como odeio esta série), o time a ser batido, o terror dos adversários. Será? Preferiria que não. Correr por fora sempre é mais fácil e mais cômodo, sem pressão tudo flui com mais naturalidade, como creio que irá acontecer na Copa NE, onde definitivamente estamos longe de sermos favoritos.

(Me desculpem as colocações no plural, é muito difícil separar a minha pessoa do Santa Cruz.)

Ao fim do jogo contra o Timba, fiquei lembrando da minha revolta no dia 3 de fevereiro deste ano, era o nosso aniversário e perdemos em casa para o Sport, pra não dizer humilhados. Enlouqueci, desci do salto e dei ‘chilique’ no Arruda, mas passou. Também lembrei que metemos 4 neste mesmo timbuzinho na fase classificatória.

A diferença entre esses dois jogos e o jogo de ontem nos Aflitos são essas:

Primeiro, eu não me desesperei em momento algum, até dei umas risadas com a falta de qualidade técnica de alguns (muitos) em campo. Confesso que esperava a derrota desde o jogo no Arruda. O Náutico vinha numa crescente na competição, além de descansado e treinando forte, enquanto nós, apenas éramos desclassificados pelo Atlético-GO na CB e buscávamos algum fôlego nesta reta final do Estadual.

E segundo, que nó tático hein Dado? Os alvirrubros devem essa ao Gallo, ele foi o cara nos dois jogos. Com uma dupla de volantes que apareceram pro jogo, o Ramires e o Hamilton, o treinador timbu, além de ousar na escalação ofensiva que nunca tinha sequer treinado junto, montou um esquema defensivo forte que anulou completamente os homens de criação do Santinha, no caso o Elvis e o Jackson. A solução seria o jogo pelas laterais, mas não temos alas que chamem para si a responsabilidade, o Matuto parece que desaprendeu e o Mendes nunca aprendeu (diferentemente do Zé Carlos, autor da jogada do gol timbu). Sendo assim, a bola não chegava ao ataque e quando chegava era totalmente sem perigo, isso quando o Faísca não estava impedido.

Deste último me recuso até a falar, pela primeira vez concordo com o Carlinhos Bala, quem quer ser rei faz gol e não propaganda enganosa e marketing pessoal. Boa Bala! Você não vale nada mas gostei das palavras.

Alguns já vinham chamando atenção pra ciumeira e pro estrelismo na equipe coral. Um individualismo desnecessário entre o trio Elvis, Joélson e Brasinha foi fator determinante para o fracasso do time em ambas competições disputadas. Mas a culpa disso tudo também é da carência do torcedor coral, comemorou-se uma vitória no Rio como se fosse título Mundial. Muita confete pra pouco talento e deu no que deu. A euforia só fez aumentar a ganância das ‘estrelas’ e todos queriam ser o ‘rei do povo’.

Voltando ao clássico e ao Náutico, que massacre! Fazia tempo que eu não via um clássico de 1 time só. Sempre imaginamos que em clássicos a camisa pesa, a torcida joga junto, e independente do bom ou mau momento, ambas as equipes crescem, jogam na raça, com o coração na ponta da chuteira. Não foi o que aconteceu.

Com o 1x0 o Santa saiu no lucro, com exceção do goleiro Tutti, todos entraram em campo pra ver o time de vermelho jogar, ou melhor, voar em campo. Não parto do princípio de que pipocaram, acho que faltou comando. Juntando a limitação técnica, tática, o fator campo e o empurrão do torcedor, não tinha como não dar Náutico.

Mais uma vez caímos diante de um adversário mais bem preparado,tanto tecnicamente quanto fisicamente. O Santa Cruz não suporta a pressão de um time bem montado e equilibrado emocionalmente, foi assim com o Atlético-GO e agora com o Náutico. A disparidade é tanta entre nós e eles que até um ‘cego’ consegue vê. Pensar o que numa hora dessas? Nada. Novamente a casa caiu.

O Náutico, assim como o dragão goiano, foi melhor em tudo, em todos os setores e em todos os momentos. Por isso repito quantas vezes forem preciso, ambas as desclassificações foram justíssimas. Realmente, quem venceu foi o melhor e merecedor da conquista.

Pra finalizar, alguns pontos:

1) O lado positivo do Náutico ser campeão é que se o escroto do Bala for um homem de palavra, não precisaremos desfrutar mais da sua companhia nos campos de PE.

2) Quem é mulher pode confirmar o que falo, se você chega em um salão de beleza se depara com profissionais capazes de suprir qualquer função na hora do sufoco. Manicure vira escovista, depiladora faz sobrancelha, a mulher do financeiro vai lavar um cabelo pra adiantar um serviço. Enfim, acredito que quem souber suprir outras funções no futebol que não a sua de fato, larga na frente e com uma boa vantagem. Não temos isso.

3) Que coisa ridícula o uniforme do quadro arbitral da FPF, cheio de patrocínios gigantescos em todos os lados, em cima e em baixo. Ta faltando dinheiro é? Isso tem que ser revisto, repensado e proibido. Os clubes ganham por isso? Se não, deveriam. Pois usam os nossos momentos (jogos) para fazer merchand, além da poluição visual.

4) Banco. Faltando 15´, na hora do sufoco e precisando de um gol, quem entra? André Leonel. Assim não dá Santa Cruz, é querer zombar do coração alheio.

5) Aos torcedores satisfeitos, objetivo conquistado uma ova! No dia que eu me conformar com uma mera classificação pra série D vou procurar um time de futebol americano pra torcer.

6) Como se não bastasse a violência que afasta os bons torcedores, agora temos TV ao vivo, horário da madrugada e preços abusivos. Espero que os mandachuvas estejam satisfeitos com esses dois públicos pífios entre Santa x Náutico. Parabéns!

De resto Santinha, saiba que você está começando a ser um chato previsível e não mais está abalando esse coraçãozinho velho de guerra. O que é muito, mais muito, lamentável. Sorte a nossa que isso é futebol e não vôlei, sendo assim não temos confronto de perdedores, caso contrário, certeza que ficaríamos em 4° lugar, atrás da patativa.

Bola pra frente e que vença o melhor nessa final em duas cores, to nem aí pros dois.

Saudações corais!!!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Dia De Clássico Decisivo É Assim


Confesso que desde o jogo de domingo no Arruda não estou muito confiante com o meu Santa Cruz, mas esperançosa sempre.

Hoje, Santa Cruz e Náutico disputam uma das vagas na final do Campeonato PE 2010.

Vamos Santinha!!!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Parabéns, Goleiros!!! | Cine PE 2010

E no dia do goleiro, fica a dica:


Goleiros - Heróis e Anti-heróis da Camisa 1

Autor: Guilherme, Paulo
Editora: Alameda Casa Editorial

“Goleiros - Heróis e Anti-Heróis da Camisa 1" conta toda a história dessa que é a posição mais polêmica do futebol, desde a criação do esporte, o início do jogo de bola no Brasil até os dias de hoje, mostrando que a evolução do futebol, as mudanças na regra, nos uniformes, na bola, se deve, em grande parte, à evolução dos goleiros.

Sinopse: Você sabia que antes, muito antes de Rogério Ceni ser um goleiro artilheiro, antes até do pai de Rogério ter nascido, um arqueiro brasileiro brilhava na Europa desafiando os adversários como cobrador oficial de pênaltis de sua equipe? Que Marcos passou a Copa de 2002 sonhando que levaria um frango igual ao da final do Mundial Interclubes de 1999? Que Félix jogou a Copa de 1970 com as mãos livres e resolveu usar as luvas justamente na decisão contra a Itália? Que Barbosa, mesmo considerado culpado pela derrota de 1950, seguiu sendo convocado pela Seleção e só não foi à Copa de 1954 porque quebrou a perna? Que o goleiro holandês Jan Jongbloed viveu um drama muito pior do que perder duas finais seguidas de Copa do Mundo (1974 e 1978): viu o filho, também goleiro, morrer em campo atingido por um raio? E que Yashin, o Aranha Negra, já vestiu a camisa do Flamengo? Essas e outras histórias curiosas estão reunidas no livro “Goleiros - Heróis e Anti-Heróis da Camisa 1", do jornalista Paulo Guilherme. O livro conta toda a história dessa que é a posição mais polêmica do futebol, desde a criação do esporte, o início do jogo de bola no Brasil — quando os aristocratas desfilavam sua elegância em campo e a torcida tentava subornar o goleiro adversário com propostas tentadoras das donzelas — até os dias de hoje, mostrando que a evolução do futebol, as mudanças na regra, nos uniformes, na bola, se deve, em grande parte, à evolução dos goleiros. Enquanto todos reconhecem que o Brasil tem os melhores atacantes do mundo, por aqui o talento dos goleiros brasileiros está sempre sendo questionado. É só chegar o ano de Copa do Mundo, como este, que a pergunta vem à tona: “Quem deve ser o goleiro da Seleção?”.

***Não é fácil ser goleiro, profissão essa que pode levar alguém do céu ao inferno em poucas horas. Fica aqui a minha singela homenagem. Parabéns!!!

*********************************************************************************************************************************


Hoje tem início o Cine PE 2010, que corresponde a 14ª edição do evento cinematográfico no Estado. E pra começar com o pé direito, hoje, na abertura do festival, teremos na telona a adaptação de "O Bem-Amado" de Guel Arraes. Imperdível!!!

Confira todos os detalhes no site do festival: http://www.cine-pe.com.br/

Bom filme!!!

sábado, 24 de abril de 2010

Futebol x Preconceito


Os politicamente corretos que me desculpem, mas chega de hipocrisia no futebol.

Hoje, assistindo ao jogo entre São Caetano x Botafogo-SP, presenciei mais um acontecimento curioso no meio esportivo. O Antônio Carlos Alves, conhecido como Madalena, massagista do time de Ribeirão estava enfurecido porque veio da arquibancada um insulto de um torcedor qualquer, algo do tipo: “Sai daí, seu macaco!” – disse ele.

A revolta do Madalena aumentou porque ele queria que o policiamento fosse atrás do dito cujo e o prendesse. É mole?

O Botafogo perdia o jogo, não teve competência para concretizar em gol um pênalti a seu favor, seu técnico e auxiliar foram expulsos do banco, e o afro-descendente (odeio essa palavra) estava preocupado em prender um torcedor que o xingou.

Bem, apesar de alguns discordarem, respiro fundo, e continuo a defender a minha opinião de que acho tal fato um absurdo. Pior é a mídia sensacionalista ficar dando cartaz a essas tolices. Em vez de ficar choramingando nas câmeras, acredito que se o cara quer ir pra delegacia, que vá. Se quer prender alguém, que corra atrás. E pronto. Cada um segue seu rumo.

Comentei no twitter o ocorrido e disse que acho que o ser humano anda muito sensível ultimamente. Que jogue a primeira pedra quem nunca xingou pesado um juiz, jogador ou treinador no ápice de sua ira em um jogo de futebol. Chamar de bicha, fdp e ladrão pode, mas de ‘negro’ ou ‘macaco’ não pode. Melhor pro bichinho que é poupado de se comparar com alguns seres ‘humanos’.

O homem está sensível, a auto-estima está baixa e a culpa é da sociedade. (Mas não quero entrar nesse contexto social, é muito pano pra manga.) Apenas acho que os ‘ofendidos’ deveriam repensar seus valores e aprenderem a se valorizar.

Feliz fiquei quando li dois comentários, de sexos diferentes, mas que também pensam como eu, vi que não estava ficando louca, ao menos não por isso, foram eles:

tademau @_Dani_tricolor Concordo Dani... o politicamente correto deveria ser abolido do futebol, é pura hipocrisia.”

annacamara @_Dani_tricolor Concordo com vc! Já dizia Alice (no País das Maravilhas): "gostaria q os seres humanos ñ se ofendessem tão facilmente".”

Enfim, odeio todo e qualquer tipo de preconceito. Entendam que não estou discutindo a questão do certo ou errado nas palavras. Mas quem vive no meio entende, estão querendo acabar com o futebol.

Quanto ao Sr. Madalena, espero que uma boa noite de sono e um chamego da patroa tenha resolvido o seu problema.

Fica o registro.

P.S.: Na hora que comentei no twitter, pensei que se tratava do treinador, aqui corrijo o erro.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Curiosidades Da Semana


Todos os dias quando entro no twitter me deparo com as comemorações por algum dia específico, hoje por exemplo, o #DiaDaTerra está bombando nos TT’s Brasil. Diante de uma semana tão movimentada, fui pesquisar os fatos históricos e curiosos de cada dia desta semana e descobri cada coisa. Segue a lista:

*19 de Abril

Comemora-se o Dia do Índio, mas é apenas no continente americano. No Brasil, comemoramos também o Dia do Exército Brasileiro, em homenagem à vitória brasileira na 1ª Batalha dos Guararapes. Foi nesta data, em 1648, que aconteceu o primeiro confronto da Batalha dos Guararapes em Pernambuco, que findaria por terminar a presença holandesa no Brasil.

Os católicos comemoram o Dia de Santo Expedito - padroeiro dos namorados e noivos, além de protetor dos endividados e das causas de última hora ou impossíveis.

Curiosidades:

Foi nesta data em 1909 que Joana d'Arc foi canonizada.

E em 1980, Luiz Inácio Lula da Silva, nosso atual presidente, e então líder sindical no ABC paulista, foi preso pelo DOPS, a polícia política do regime militar.

Veio ao mundo: O cantor e compositor Roberto Carlos, em 1941. E nesta mesma data, agora em 2010, o Rei enterra a sua mãe, a famosa Lady Laura.

*20 de Abril

Comemora-se o Dia mundial da maconha. E no Brasil, o Dia do Diplomata.

Foi também em 20/04/1999 que aconteceu o Massacre na Columbine High School: Eric Harris e Dylan Klebold abrem fogo dentro da escola. Quinze pessoas morrem e 23 ficam feridas. Após os tiroteios, suicidam-se antes da SWAT entrar no colégio.

Veio ao mundo:

Em 1889 - Adolf Hitler, führer alemão (nascido na Áustria) e falecido em 1945.

E o Brasil perdeu em 1969, Ataulfo Alves de Souza, cantor e compositor, com 60 anos de vida.

*21 de Abril

É o Dia Mundial do Bombeiro.

No Brasil, além do feriado nacional do Dia de Tiradentes, o mártir mineiro enforcado nesta data em 1792. Comemora-se também o Dia das Polícias Civil e Militar, o Dia do Metalúrgico e o Dia do Têxtil.

A nossa capital Brasília, fundada em 1960, faz aniversário, em 2010 são exatos 50 anos de progresso. Assim como também a bela cidade de Roma apaga as velinhas.

Os vascaínos comemoram a inauguração do Estádio de São Januário com um jogo entre Vasco x Santos em 1927. E o Ayrton Senna vence a sua primeira corrida na Fórmula-1, isso aconteceu no ano de 1985 em Estoril, Portugal.

Veio ao mundo:

O sociólogo e economista alemão Max Weber em 1864 e falecido em 1920.

E, além do Tiradentes, nos deixaram:

Em 1985, o Presidente Tancredo Neves, nascido em 1910. E em 2006, o mestre Telê Santana, futebolista e treinador de futebol brasileiro nascido em 1931 e que até hoje me faz emocionar, devo a minha paixão por futebol, em parte, a este ser iluminado. Saudades eternas Telê.

*22 de Abril

Além do tão falado Dia da Terra, comemoramos o Dia do Descobrimento do Brasil por Pedro Álvares Cabral em 22/04 de 1500. O navegador português torna-se oficialmente o primeiro europeu a chegar ao Brasil.

Fora isso, temos o Dia da Força Aérea Brasileira e o Dia Internacional da Aviação de Caça.

Veio ao mundo:

Em 1982, o craque Kaká. E em 1937, o ator Jack Nicholson, não pensava que ele já tinha passado dos 70.

Em 1994, ano da Copa nos EUA, faleceu o 37° presidente americano (1969-1974), o Richard Nixon.

*23 de Abril

No Brasil comemoramos o Dia de São Jorge, e consequentemente, o paulista e torcedor do "timão" comemora o Dia do Corinthiano.

É Dia do Síndico e feriado estadual no Rio de Janeiro. E no país comemora-se o Dia Nacional do Choro.

No mundo, o Dia Mundial do Escoteiro e o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, em honra de Miguel de Cervantes e William Shakespeare, que faleceram neste dia, ambos em 1616.

Também faleceu neste dia a militante comunista alemã, Olga Benário Prestes, no ano de 1942.

Shakespeare, não apenas morreu na data, mas também nasceu em 23/04 de 1564. Assim como o compositor Pixinguinha, nascido nesta data em 1897 e falecido em 1973.

*24 de Abril

O ano de 1184 a.C. é a data tradicional da entrada dos gregos em Tróia usando o Cavalo de Tróia. Devia ser o “Dia dos Traíras” também, mas não achei nada sobre isso.

Veio ao mundo: o ex-presidente José Sarney, em 1930. E faleceu o historiador, jornalista, escritor e professor brasileiro, Sérgio Buarque de Holanda, em 1982, aos 80 anos.

*25 de Abril

Comemora-se no Brasil o Dia do Contabilista.

Faz aniversário o nosso querido Felipe Massa, nascido em 1981. E o treinador dos meninos da Vila Belmiro, o Dorival Júnior, nascido em 1962.

Só pra registro, foi em 25/04 de 1852 que faleceu o jovem escritor Manuel Antônio Álvares de Azevedo, nascido em 1831.

***Esta última informação é pra deixar alguns aperreados, o rapaz morreu aos 20 anos, em 1831, e mesmo assim conseguiu tornar-se imortal, um exemplo.

É isso. Adorei a brincadeira, pode não ser tão útil, mas é bem interessante.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Fatos Inusitados Do FDS (Futebol) | Dia de Santo Expedito

Acredite se quiser...

Em Pernambuco:

Era uma vez... uma invencibilidade. O incrível fica por conta de quem fez o "serviço", o Náutico venceu o Sport.



No Rio de Janeiro:

Chega de ser vice... o Botafogo é campeão!!!



P.S.: Parabéns também aos torcedores do Coxa, campeão paranaense 2010.


**************************************************************************************************************************

HOJE COMEMORAMOS O DIA DE SANTO EXPEDITO, O SANTO DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

De Novo, Santa Cruz, De Novo...


Ontem, o Santa Cruz caiu diante de 40 mil fiéis torcedores, que tristeza gente, que tristeza...

Confesso a vocês que depois de tantas quedas e fracassos, jurava ter aprendido a controlar as minhas emoções quanto ao Santa Cruz, mas ontem descobri que é tudo fachada, algo q inventei...

Inventei pensando que essa seria a solução dos problemas. Me enganei. Esse clube faz parte do que sou. Ontem, entendi que é impossível renegar o que sinto.

O povão fez a sua parte, como sempre. Como me orgulho em fazer parte dessa gente que é da gente, gente humilde, gente de verdade.

Mas, meu povo, lembrem-se na próxima batalha: simples apitos não adiantam, eles precisam ser mágicos...

Pra quê campanha de apito Santa Cruz? Se vocês esquecem do principal...a bola! Ela é redonda e rola, mas ultimamente parece que ficou quadrada aos seus pés. Me questiono sempre o motivo desse buraco sem fim, talvez a culpa seja minha, realmente não sei, mas prefiro acreditar que não. Não suportaria ser uma das causadoras desse fiasco sem fim.

Apenas me sinto a cada dia mais demente, demente como um tolo, um bobinho. Mas eu não queria ser o bobo da corte, nunca quis. E vocês insistem em tentar me fazer assim. Uma boba. Uma ingênua.

Era pra sentirmos como se fosse a última vez, mas, parece que sempre é a primeira vez. Sinto muito por mim, não por vocês. Sinto muito por esse povo, por esses tolos, não por vocês.

Ainda sinto sim, mesmo sem querer sentir. Porque ainda bate aqui no peito, um coração em preto, branco e vermelho. Um coração diferenciado, mas que vive amargurado.

E que mesmo assim ainda acredita em promessas e justiça. Por apenas sentir esperanças, de que pode sim voltar a ser feliz.

O jogo? Santa Cruz 1 x 2 Atlético-GO - Copa do Brasil

Os loucos? Quase 40 mil pagantes, na verdade, tinha muito mais.

*Este é apenas um desabafo. Dizem que faz bem pra alma, resolvi tentar. Hoje não quero saber de técnica ou tática, quero apenas esquecer os números e continuar a acreditar no que a cada dia que passa parece ser mais difícil. Um recomeço!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

O Santa Cruz E A Copa Do Brasil


Aproveitando o momento de euforia que cerca os tricolores em Pernambuco, aproveito para fazer um raio-x das participações do Santa Cruz nesta que é a 2ª mais importante competição nacional.

Muitos, Brasil afora, devem está se perguntando: precisava desse circo todo por causa de uma classificação pra 3ª fase? Os botafoguenses então, mesmo perdendo justamente e lindamente, não conseguem reconhecer o mérito, e muito menos respeitar a euforia santacruzense.

O fato é o seguinte, primeiro vamos aos números, depois, respondo essa pergunta.

Estamos disputando a 22ª edição da CB, competição que começou com 32 clubes, entre campeões e vices estaduais, e que desde 1999 é disputada nos moldes atuais. São 64 equipes que se enfrentam em mata-mata e blá blá blá. [Vocês sabem o resto]

Conhecida como a Copa das “surpresas” (pra não dizer “zebras”), já tivemos campeões times como Criciúma, Juventude, Santo André, Paulista e Sport. Nenhum, dos cinco citados, disputarão o Brasileirão série A 2010. O que comprova que foram apenas “boas surpresas”.

Na briga pelo ranking, temos os legítimos “copeiros” Grêmio e Cruzeiro, 4 títulos cada, com uma leve vantagem pro time gaúcho que também foi 3 vezes vice-campeão.

Dos times pernambucanos, o Náutico chegou a semi-final de 90 e teve o Bizu como artilheiro da Copa. E o Sport, levou a taça em 2008 e também teve o Romerito como goleador da competição.

Mas vamos deixar a Barbie e a Coisa pra lá.

Enfim, desde a sua criação em 1989, o Santa Cruz ficou de fora em 5 oportunidades (89/92/93/95/98).

Na classificação por pontos conquistados de 1989/2009, o SC fica em 23° no ranking com 74 pontos, atrás dos rivais estaduais e também do Ceará. Tal classificação garantiu o mais querido em todas as edições do torneio de 99 até hoje, independente de chegar entre os primeiros do Estadual.

O que faz com que essa humilde mulher metida a entender de futebol, pense o seguinte: se não fosse esse danado desse ranking, não teríamos passado alguns vexames, porque não teríamos classificado por méritos. Ou seja, se não fôssemos no mínimo “vice”, não entraríamos e não perderíamos tão precocemente. Mas esse é o regulamento e vai quem quer.

Por oito vezes não passamos da 2ª fase (90/91/94/96/2000/2001/2002/2006). Entre times como Vasco, Fluminense e Grêmio, também fomos desclassificados pelo Vila Aurora do Mato Grosso.

Em 2002, foi a primeira vez que conseguimos uma classificação direta, 3x1 no Caxias-RS em pleno Centenário, isso na fase eliminatória. Dois anos depois, em 2004, repetiríamos o feito diante do Barra, mas dessa vez porque o time do Mato Grosso tinha escalado 1 jogador irregular no primeiro jogo que foi 0x0, sendo assim, foi eliminado.

Apenas por três vezes o tricolor alcançou a terceira etapa da competição (97/2004/2005). Somando com 2010, quatro.

Vale destacar 97, embalado pela sua maior goleada no torneio, 6x1 em cima do Operário-MS. O time seguiu pro Mineirão, após empate por 1x1 no Arruda, e com 1 gol do Maurílio desbancou o Cruzeiro, 1x0. Mas, tinha um Ceará no meio do caminho, dois jogos perdidos e outra decepção.

Em 2004 e 2005, paramos no Flamengo e no mesmo Cruzeiro, respectivamente.

Da 1ª fase, não passamos por cinco vezes (99/2003/2007/2008/2009). Nossos “carrascos” foram: Treze-PB, Coríntians-RN (é sem o H mesmo), Ulbra-RO, Fast Club-AM e o Americano-RJ.

Pelo último parágrafo, acredito que respondo a pergunta do início.

Sim. Precisava desse circo todo e mais um pouco. Não pelo fato de termos vencido o Botafogo, não mesmo. Mas sim, por termos quebrado esses três últimos anos de “urucubaca” e seguirmos vivos no torneio. E claro que a emoção do jogo fez efervescer muito mais a nossa alegria e o nosso orgulho.

Afinal, esse é o meu Santinha velho de guerra, que tanto me frustra, mas que quando é pra dar alegria, capricha no roteiro.

Que venha o Atlético-GO, esse será o “clássico das zebras”, quem seguir, provavelmente será a “boa surpresa” da Copa do Brasil em 2010.

O Arruda, e nós, esperamos por vocês.

Saudações Corais!

sábado, 10 de abril de 2010

Momentos | Juazeiro - CE


Com a benção do Padim Ciço...

Amém!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Nossas Próprias Mentiras


Brincando com o controle remoto me deparei com o início do filme “Muito mais que um crime”. De começo, pensei que seria mais um daqueles filmes americanos de tribunal chatos, me enganei.

Apesar do filme ser de 1989, obviamente não irei fazer um resumo da história pra não tirar a surpresa de quem ainda vai assistir. Mas, confesso que não consigo dormir pensando na mensagem passada pelo roteiro.

Diante de um mundo tão cruel e falso, hoje, me pego perguntando qual seria a verdadeira face de um crime, ou de um fato, não importa o detalhe. Nós, humanos, simplesmente acreditamos naquilo que queremos acreditar, ou seja, na nossa verdade.

Deve ser muito difícil descobrir que aquilo que você crer não passa de inverdades. Pior ainda quando tais mentiras nos esconde a nossa real história.

Bem no popular, posso dizer que “noiei” com o danado do filme. E sinceramente, não vou me crucificar por isso. Apenas vou curtir essa paranóia.

Refletir seria a palavra. Tentar descobrir qual é a minha verdade.

O mundo não vai deixar de ser cruel ou "menos mentiroso”.

O que não podemos é passar a acreditar nas nossas próprias mentiras.

Assistam, parece bobo, mas é interessante.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Aos Amigos De Hoje E De Sempre


“Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! A alguns deles não procuro, basta saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida...mas é delicioso que eu saiba e sinta que eu os adoro, embora não declare e os procure sempre...”

É parafraseando Vinícius e sem citar nomes que peço desculpas a TODOS os meus bons, velhos e novos amigos.

Desculpem a minha ausência. E tenham certeza que quem mais sente a angústia da saudade aqui vos escreve.

Saudades gente, muitas saudades.

Um dia desses, um grande amigo me disse que amigos não precisam se desculpar por certas coisas, não sei bem, mas certo ou errado, quero pedir desculpas a vocês.

Acontece que já se passaram quase 3 décadas da minha super “vivida” vida e preciso muito ajustar alguns parafusos soltos.

Apenas saibam que não será para sempre.

Fiquem com Deus.

Amo vocês!!!

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Que Seja Um Belo Recomeço


Estou transbordando felicidade por voltar a escrever.

Um blog feito por mim desde o início e sem fim...

Muito feliz!!!